Dicas

Mitos e verdades sobre o ganho de peso na infância!

26/05/2014

Alguns dizem que bebês gordinhos são sinônimo de saúde. Outros dizem que crianças gordas serão adultos obesos. Mas o que será verdade no meio de todas essas afirmações? Trouxemos algumas respostas!

Bebês que nascem gordinhos são mais saudáveis?

Não é verdade. Os médicos olham com desconfiança para bebês que nascem com mais de 4 quilos. Um dos temores é que a mãe tenha apresentado Diabetes Gestacional, uma doença silenciosa que pode não ter sido diagnosticada durante a gravidez. O diabetes pode causar ganho excessivo de peso, imaturidade pulmonar e problemas metabólicos no bebê. Outro receio é que esses pais tentem manter o padrão inicial de fofura e alimentem excessivamente a criança. Pode parecer cedo para falar em obesidade infantil, mas pesquisas recentes sobre o assunto comprovam que é mesmo no início da vida que o problema começa.

Quem nasce gordinho será assim na fase adulta?

Depende! O peso registrado no nascimento tem muito a ver com fatores relacionados à gravidez e pode não mostrar a tendência real do bebê. O grande problema está em alimentar excessivamente a criança para manter os padrões do nascimento. A garotada se acostuma e leva isso para a vida adulta. Por isso, ofereça sempre uma alimentação saudável e sem excesso de gordura e carboidrato. Além disso, incentive a atividade física.

Pais magros, filhos magros?

Nem sempre! Não é apenas a genética que determina essa relação. O estilo de vida da família, a cultura, a escola também influenciarão na maneira de se alimentar. O segredo é dar o exemplo certo ao pequeno e sempre observar possíveis problemas emocionais, físicos se ocorrer alguma mudança de padrão.

Criança magra só pode estar doente?

Depende. Quando o pequeno é magro, muitos pais escutam dos parentes que ele pode estar doente. Mas se a criança apresentar uma boa curva de crescimento, engorde mesmo que em ritmo mais lento, se desenvolva coerentemente com a sua idade, não se preocupe. E deculpem os tios e avós, mas apenas o médico pode avaliar se a magreza é consequência de uma doença.

Criança magra pode comer de tudo sem se preocupar?

Mito! Se o desenvolvimento desse pequeo está indo bem, segundo o médico, ela não precisa engordar. Caso seja necessário, o ganho de peso deve acontecer com o consumo de alimentos saudáveis. Chocolates, doces, salgadinhos e refrigerantes são ricos em açúcares e ingredientes com pouco ou nenhum valor nutritivo. Irão fazer a criança ganhar peso, mas não saúde. Os pais devem investir em pratos mais calóricos e ricos em nutrientes, como massas, tortas, queijos, aveias e frutas.

Fonte: Bebê Abril

NEWSLETTER


SIGA-NOS

UNIDADE - SP
Sul, Sudeste e Centro-Oeste
Av. Duque de Caxias, 2016 - Promeca
CEP: 13223-025 - Várzea Paulista / SP
Fone: (11) 4606-1515
Sac: (11) 4596-4660
UNIDADE - PE
Norte e Nordeste
R. João Ricardo da Silva, 84 - Cruz de Rebouças - Galpão 01
CEP: 53630-066 - Igarassú / PE
Fone: (81) 3312-1154
Sac: (81) 3312-1154
VOLTAR AO TOPO